Terça-feira, 1 de Julho de 2008

Preservativo

Pois é, os preservativos não existem há um dia, há um mês, nem sequer há um ano. Existem há algum tempo (especialmente, desde que a sociedade entendeu que era mais engraçado usar um material plastificado com um líquido pegajoso e desrespeitar a inquestionável "catolicidade" dos cidadãos, do que permitir o alastrar de doenças como uma tal de "SIDA" e outra que, ao que parece, se denomina "HEPATITE C"). Até aqui, tudo bem.Já era tempo de envolver o órgão genital masculino numa capa, visto que, antigamente, ele tinha a mania de se espumar e de sujar o, bonito e menos rebelde, órgão sexual feminino, quando se entusiasmava.

Perante esta restrição imposta ao pénis, muitos foram os que perderam todo o seu entusiasmo e baixaram a cabeça, mostrando o seu desagrado. Concretamente em Portugal, num país de greves, também o másculo pénis decidiu fazer uma (greve, entenda-se), não permitindo o sucesso às relações que dele careciam e carecem( e não são assim tão poucas).

Contudo,a vida evoluiu e a tecnologia ( sempre ela) decidiu encontrar formas de o pobre e singelo ( no caso de alguns, é mesmo pobre e mesmo singelo) "pilóló" conseguir "habitar" no interior da capa viscosa. Parece que o princípio da ergonomia se aplicou ao preservativo.

Assistindo a este desenvolvimento, a multidão masculina ( e também a feminia) recorreu avassaladoramente ao preservativo.

De mal amado, o preservativo passa a ser agora o grande ( e talvez o único) amigo dos casais.

E pronto, agora chegou ao ponto do extremo.

Até os hipermercados já vendem quantidades que não são imaginadas pelo comum cidadão.

Ontem, dei comigo a registar, no mínimo, 4 caixas de preservativos nas caixas.

De acordo com os factos, acham que os casais ( alguns mais velhinhos) iam brincar aos balões de água? Eu cá, acho que sim...

A todos aqueles foliões que ontem " picaram o ponto", o meu bem haja... Fazer sexo sim, mas com protecção...

Com preservativo na mão, não há SIDA na relacção!

 

O vídeo escolhido aborda os preservativos, a comida e o atropelamento( mesmo olvidando eu o facto de não perceber qual a relação).

O professor Nuno Markl lá saberá o que diz!

 

sinto-me: upa upa
publicado por Joao Silva às 16:22

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Férias

. Depilação

. The little things

. Bombástico!!!

. Primeiro-ministro

. Vida de cliente

. Preservativo

. Trabalho II

. Trabalho

. Finalidade do Blog

.arquivos

. Julho 2008

blogs SAPO

.subscrever feeds